let me take you on the ride of your life
Me:
Carol Matos, 15 verões, adora seus amigos, chocolate, carnaval e silêncio, é extremamente ciumenta mas sabe quando deve parar, não diz 'eu te amo' pra qualquer um, e ser contraditória é seu maior defeito ou qualidade.


Like a lot:

Write for:




Box:





nunca só. sexta-feira, 20 de novembro de 2009 16:21

Às vezes olhando ao meu redor, comparo-me a alguns outros seres humanos que me rodeiam. Muitos deles cheios de amigos e sorrisos. Cheguei a pensar que todos eram muito felizes  e que algo de errado estaria acontecendo comigo, engano. Ao olhar nos olhos de cada um eu percebo que a quantidade de pessoas que as rodeiam é meramente quantitativa cada um guarda em si, a solidão e o seu auto entendimento. Amigos e pessoas são necessárias, mas se não estiver de bem com você mesma, o mundo JAMAIS estará. Passei a ver os dias não como dificuldades, só por viver, mas passei a vê-los como oportunidades de tornar cada momento ainda mais especial, mesmo que sozinha. É necessário se auto satisfazer, o seu “eu” só precisa de você. Demoramos muito a entender algumas coisas que antes já havíamos escutado, são coisas que cada um vivera por mais avisado que este tenha sido. Solidão não tem nada haver com egoísmo, cada pessoa guarda consigo partes egoístas e que sem elas não viveríamos. Um egoísmo próprio entre você e somente você, já a solidão é necessária em muitos momentos, mas ela não é eterna, porque acredite por mais que não pareça você sempre estará acompanhado, basta acreditar.